SPFW

SPFW N52: Balanço de apostas para 2022

Um balanço das apostas e dos desfiles do SPFW N52.

SPFW N52: a percepção sobre o evento pelos corredores

Conversamos com personalidades e frequentadores(as) do SPFW N52 para saber suas percepções sobre esta edição do evento. Vem descobrir!

SPFW N52: pézinhos pelos corredores

Investigamos os pares de sapatos mais autênticos pelos corredores do SPFWn52. Vem conferir e se inspirar!

SPFW reestréia evento presencial em Novembro

Com vocês, a tão aguardada volta do SPFW no formato presencial, após quase 2 anos. Confira o line-up e mais informações!

SPFW N48: BALANÇO DE APOSTAS DA TEMPORADA

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

Mais uma temporada se encerra com grandes nomes e trabalhos incríveis e cá estou, mais uma vez, para fazer um balanço daquilo que acredito ser o mais usual da estação.

O SPFW retorna, felizmente, ao Parque Ibirapuera, e traz um senso crítico cada vez maior sobre a Moda e o consumo que se vêem, cada vez mais, dentro de uma necessidade de reinvenção a cada ano.

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

O Projeto Estufa ganha mais força e relevância tendo a sustentabilidade como seu pilar principal e trouxe, desta vez, Roberto Martini como inspiração da edição.

Nas passarelas, as marcas também apostam cada vez mais na moda sustentável, bem como na diversidade de gênero e biótipos, deixando cair por terra, mais do que nunca, qualquer imposição de padrões que a moda já Teve algum dia.

ELLUS

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

O utilitarismo foi a palavra de ordem da temporada da Ellus, grife que retorna ao evento depois de uma longa pausa desde 2017. Carregadas de referências dos anos 1990/2000, as produções apresentaram conjuntos de calças, casacos, saias e até vestidos bem estruturados e volumosos acompanhados da logomania com um “E” estampado em várias peças da coleção.

Tendo o jeans como seu carro-chefe da marca, a textura não poderia deixar de marcar presença em conjuntos femininos e masculinos, trazendo para as peças masculinas uma irreverência no dress code social, onde aposta na gravata convencional combinada ao look descolado de pegada utilitária.

LILLY SARTI

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

Clássica, refinada e empoderada: estas são 3 palavras que, para mim, definem o DNA da marca e todas as suas coleções desfiladas até o momento. 

Para a temporada, sua coleção traz uma cartela de cores incríveis marcada pelo rosa, pelo vermelho, pelo rosé blush, pelo azul e pelo verde em combinações bem pensadas e deliciosas para o verão.

É o tipo de desfile comercial que te faz sentir vestida com todos os looks que aparecem na passarela. 

A modelagem setentista de Babados combinada a uma alfaiataria bem-estruturada traz o equilíbrio que toda mulher urbana procura na hora de se vestir com seriedade, sem perder seu quê descolado e moderno que carrega na sua personalidade.

MODEM

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

Grife independente que se consagra há 4 anos no mercado, a Modem apostou fortemente na assimetria e nas sobreposições. Seu inverno é carregado dos tons sóbrios clássicos da temporada, entre eles, o cinza, o nude, o Marinho e o marrom, mas a modelagem equilibra bem essa sobriedade com shapes reinventados e divertidos. 

Boa a combinação da alfaiataria estruturada dos blazers com as saias fluídas assimétricas, uma proposta que deixa o look de escritório mais leve.

ANGELA BRITO

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

Inspirada na musicalidade irreverente do blues, a marca estreante na passarela traz uma coleção carregada de alfaiataria desconstruída e sobreposições, referências que traduzem bem a elegância transgressora do estilo musical em questão.

A fluidez acompanhada de assimetria em saias e vestidos tornam interessantes os looks, que se fazem apropriados para qualquer estação. Da cartela de cores, presença do branco, dos tons terrosos e de nuances de azul e verde.

BEIRA

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

Um oceano azul de profundas e lindas nuances foi a base de cor para a coleção da grife nesta temporada. As modelagens variadas, ora rígidas, ora maleáveis, exibem as pinturas manuais dos tecidos que passaram por um processo de lavanderia e de costura em contraste de cores.

A parceria com a Converse continua e, desta vez, traz os modelos de Chucky Taylor para formar as composições com os looks na passarela.

ALUF

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

Processos lúdicos de meditação deram origem à coleção da Aluf, cheia de volumes e proporções variadas, numa cartela de cores que traz sensação de paz e bem-estar: o off white, o areia, o branco e o rosa.

As bases têxteis da coleção, desenvolvidas por Gvallone, promovem a união de fibras rústicas com tecnológicas – o linho e a poliamida biodegradável.

Destaque para a padronagem em Xadrez construída a partir de tramas com fibras recicladas, intituladas Ecosimple. As transparências presentes em alguns looks São resultado da fundição de plástico fabricado, técnica elaborada e realizada por Tereza Ferreira.

No geral, cores bem usáveis e modelagens idem para a temporada de outono, devido ao peso relativo de alguns looks.

FREE FREE

moda | dicas de moda | spfw n48 | spfw | passarelas | tendencias spfw | tendencias spfw n48 | tendencias de moda | consultoria de moda | moda por marceli paulino

O projeto sustentável que visa empoderar mulheres ao reiventar peças já existentes no mercado virou Instituto e desfilou suas criações no último SPFW. Com beleza lindamente assinada por uma união de peso entre Marcas como Beautybox, Eudora, O Boticário, Quem Disse, Berenice e Vult, os looks exibidos trouxeram releituras de 20 Marcas consagradas como Apartamento 03, Aluf, Adriana Degreas, Cris Barros, Gio Romano, Paula Raia, Ju Jabour, entre outras, em um Trabalho manual feito por artesãs de comunidades apoiadas pelo instituto Free Free.

Deste trabalho surgiram as mais democráticas e diferentes modelagens, peças ora estruturadas, ora assimétricas e fluídas, muitas cores, aplicações e forte presença de acessórios. Um clima descontraído e experimentação e sociabilidade, como a moda Deve ser.

por Marcéli Paulino

____________________________________

Evento: SPFW n48

Pavilhão das Culturas Brasileiras, Parque Ibirapuera – São Paulo SP

Cobertura: Marcéli Paulino

Imagens: Agência Fotosite

SPFWn47: um balanço das apostas da temporada para 2019 e 2020

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Marcada pela morte do modelo Tales Cotta, de 27 anos, a semana de moda paulistana teve muitos altos e baixos nessa edição.

O post da vez sobre o evento vai falar de tendências de moda, sim, mas, também de sugestões sobre melhorias que poderiam vir a ser feitas na estrutura do SPFWn47 – e são muitas!

DESFILES

Acompanhando, felizmente, uma linha cada vez mais democrática e inclusiva, as marcas da temporada fizeram bonito ao apresentar suas coleções [salvos uns detalhes em termos de estrutura de desfile]. Aqui, falarei das minhas favoritas.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

A pompa de sua moda festa migra para a linha de beachwear, com muita fenda e com muitos recortes. A cartela de cores e as estampas passeiam entre o étnico e o lúdico, tanto para eles, quanto para elas, apresentando uma moda praia que dá vontade de usar e desfilar por aí, pra fora das passarelas.

 

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Tem duas coisas que gosto muito nesta grife: uma delas, é a capacidade de criar looks andróginos muito atrativos; a outra é apostar em peças únicas que, além de muito práticas, estão super em alta no mercado atual (aka vestidos e macacões). Uma vez que vivemos correndo contra o tempo, é uma facilidade ter uma peça assim para vestir ao acordar de manhã cedo, com sono, e sem muita inspiração. Acompanhada de uma cartela de tons fechados, em um cinza chumbo, quase preto [representando o luto, talvez?], diria que essa soma de fatores formaram apostas certeiras da Beira.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Entrando de cabeça na vibe esportiva e nos anos 80, Bobstore não economizou no brilho e nas formas retas em sua coleção para o verão 2020. O Tropicalismo, que foi tema base para a elaboração da coleção, foi ilustrado através das cores quentes e da técnica de moulage em algumas peças, apresentando um verão cheio de boas referências e fácil de usar.

 

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Gosto muito da irreverência que a marca sempre imprime em suas performances e da moda inclusiva na qual trabalha, aliando versatilidade à praticidade nas coleções – algo que, como esta, não foi diferente em suas formas retas e apelo confortável. No entanto, vale ressaltar o exagero de irreverência ao qual o(a) diretor(a) de desfile chegou, quando permitiu a platéia assistir ao desfile em pé e aglomerada. A meu ver, quando promovemos um evento, devemos pensar em como a audiência vai se sentir; tendo em vista que muitas pessoas presentes foram para registrar a coleção e não para “dar close”, e considerando que haviam pessoas de todas as idades, iclusive bem mais velhas, muitas delas já cansadas com o corre-corre da semana intensa de trabalho (quem trabalha ou já trabalhou em uma semana de moda sabe o quanto é exaustivo), a aglomeração e o zero conforto oferecidos pelo desfile passou a mensagem de falta de consideração com sua audiência.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Agregando o melhor da moda festa para o casual chic, a grife arrasou na passarela do SPFNn47 com suas ricas transparências, modelagens – godê e de um ombro só – e camadas de tule em contraponto a padronagens como o xadrez (reinventado), as listras a as t-shirts. Tudo muito usável e, ao mesmo tempo, elegante.  Muito  bom  e coerente  o trabalho  de  reutilização  de  tecidos  do  ateliê  na  criação  das  peças.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Boho-chic, romantismo e modernidade se encontram no verão 2020 da marca, que apostou fortemente nas formas fluídas e na modelagem ampla de shapes retos. A parceria com a marca de sapatos Manolita agregou sofisticação às produções bem pensadas, que deixam a mulher urbana pronta para qualquer ocasião do seu dia a dia.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

A praticidade de formas retas em casacos, calças e conjuntinhos de short e camisa ganharam um equilíbrio muito bem-vindo de tons suaves, como o azul, o verde e o lilás. Gosto muito do apelo andrógino impresso em algumas marcas que desfilaram essa temporada e com Lucas Leão isso também acontece. A modelagem ombro a ombro aparece, inclusive, no guarda-roupa masculino, mostrando que o vestir pode e deve ser o mais versátil possível. Interessante a combinação dos chapéus feitos com mesmo tecido dos looks, tudo “combinandinho”.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Iniciando com um apelo militar-moderno e indo para uma cartela de cores mais alegre, Korshi seguiu a mesma tendência inovadora de modelagens democráticas, imprimindo não só o ombro-a-ombro para os homens, como também os croppeds. As produções bem-pensadas de vestidos, macaquinhos e conjuntinhos apresentam um equilíbrio de volumes, que varia entre a parte superior e inferior, favorecendo  qualquer biótipo. Bem democrático e inclusivo, como a moda deve ser.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Encerrando com chave de ouro minha lista de desfiles favoritos, a LED arrepiou na união de moda inclusiva e manifestação política, num momento tão delicado em que estamos vivendo e onde ações como essa se fazem necessárias. A cartela de cores se apresentou invernal, com preto, branco, cinza e caramelo, salvos alguns tons de azul royal, laranja e verde oliva que apareceram pra colorir levemente a coleção. Destaque para as modelagens de apelo esportivo, para o tricô e as sobreposições, estampadas com frases irreverentes que tornavam os looks ainda mais desejáveis.

MELHORIAS PARA O EVENTO

Falando em estrutura, aqui segue uma lista com algumas sugestões para melhoria da funcionalidade do evento como um todo:

  • melhora na climatização (ambientes muito abafados, com exceção do backstage);
  • mais variedade na praça de alimentação e preços menos abusivos (veganos não tinham opção para comer e os valores praticados eram absurdos);
  • stands mais atrativos (pouca variedade na apresentação das marcas parceiras);
  • marketings mais inclusivos – achei de péssimo gosto a forma como a Jeep excluiu os donos de outros carros, liberando estacionamento free apenas para quem tinha a marca deles de carro. Além de excludente, arrogante ao extremo;
  • local melhor localizado – a ideia de utilizar uma fábrica desativada como ponto é boa, mas, a localização da Arca é péssima, e longe de tudo, nada prático para quem precisa ir até o local todos os dias.

MAIS: Dicas e inspirações de looks com pochete

Um beijo e até a próxima temporada de desfiles!

Marcéli

SPFW n46: balanço de apostas da temporada

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Movimento, criação, resistência, superação e inovação – essas foram algumas premissas que pude avistar com grande ênfase em cada canto dessa edição do SPFW. Com o tema Tran[SP]osição, sua locação deixa o parque Ibirapuera, anteriormente sede do evento, que passa a acontecer em uma fábrica desativada localizada na Vila Leopoldina, – a ARCA. 

O EVENTO

Além dos desfiles, algo de praxe em toda semana de moda, o SPFW contou com workshops, talks e exposições visando informar os frequentadores e a imprensa a respeito do novo formato que o mercado de trabalho assume ao longo do tempo – e como lidar com ele.

Uma das palestras da qual participei foi ministrada por Alexandre Pellaes, com o título “O Futuro do Trabalho e seu Lugar na Evolução”. 

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Fotos: @danielaranchan

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

A nova infraestrutura do evento representa um clima de reinvenção e de consciência socio-ambiental. Os desfiles acatam essa proposta, também, dando continuidade à ideia através de suas coleções criadas com peças e práticas sustentáveis e com matérias-primas reutilizadas. 

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Independente de quaisquer modelagens, cores ou estampas, uma tendência é certa e se chama CONSCIÊNCIA. Como já falei em alguns posts por aqui, nos Stories do meu Instagram e até em coluna de revista, a releitura do evento que é tão questionada apresenta nada mais que uma importância além do visual. O glamour perdeu espaço para que a informação e a consciência coletiva tomassem conta.

Consequência da crise? Talvez. Mas, sem dúvida, um reflexo direto da necessidade pela qual passamos neste momento da história. E moda nada mais é que isso, né? Refletir o comportamento vigente na sociedade.

DESFILES

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Dando continuidade ao seu projeto ASAP que, segundo o próprio designer, Oskar Metsavath, trata-se de “um manifesto em prol dos Oceanos, sob uma forma conceitual, estilística e concreta“, a marca traz à passarela, desta vez, referências náuticas unidas ao sportwear que já faz parte de seu DNA. A alusão da pescaria é feita através de uniformes de mergulho, com uso de matérias-primas como  a seda de gaze e linho, a palha de seda, a lona eco, o couro de salmão e pirarucu e a palha de piaçava.

Para a fabricação das estampas, fez uso de materiais em parceria com a Casa do Cacete, que deu origem ao “floral light blue” e “floral deep blue”, retratando espécies de plantas encontradas na região de Santa Luzia do Itanhy; o ‘aratu blue’, uma homenagem aos principais meios de geração de renda da população ribeirinha e o ‘crasto fish blue’, ilustrando espécies de peixes encontrados na região do Crasto/Santa Luzia do Itanhy-SE, povoado da maioria dos ilustradores.

A cartela de cor permeia entre o off white, o natural, o ouro, o coral, tons de azul e o preto.

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Aderindo à pegada sustentável que, felizmente, se torna cada vez mais presente nas semanas de moda, a grife criou uma collab com a marca de sapatos Manolita, que, em sua quinta vez consecutiva presente na passarela, apresentou uma sandália com trançado handmade e uma bota com o tradicional salto quadrado, ambos na cor caramelo.

A linha de sapatos foi feita com retalhos de couro reutilizados do ateliê de Patrícia Vieira que, em sua coleção, mostrou a delicadeza e a feminilidade nos comprimentos midi, acompanhados de uma pegada futurista na textura quadriculada e nos metalizados. A fluidez presente em vestidos e saias ganha equilíbrio nas formas retas de jaquetas e no couro recortado. Na cartela de cores, forte presença do rosa blush, do amarelo-ouro (grande tendência de cor em várias coleções), do vermelho terroso, do verde musgo e do prata e dourado metálicos.

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Mais uma marca que se importa com o processo de criação de suas peças, a Beira faz questão de pesquisar, recorrentemente, por diferentes texturas, fibras e cores. Pela primeira vez, colocou na passarela peças em tecidos 100% linho.

Seus macacões e conjuntos em off white ressaltam a vibe “no gender”, outra forte tendência observada no mercado ao longo do tempo, sem falar no novo modelo de blazer, um híbrido chamado “Relaxed Pocket Blazer”, que agrega a elegância da peça tradicional em uma releitura mais descontraída e democrática. O foco das modelagens nesta coleção é a funcionalidade apresentada em peças de acabamento perfeito e confortável. Tudo que precisamos para o cotidiano.

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Formando mais uma collab de sucesso para somar nesta semana de moda, João Pimenta Feminino e Vicunha se unem para lançar uma linha de denins sustentáveis, a Absolut Eco. A novidade se destaca pela redução de até 95% do consumo de água e até 90% do consumo de químicos na utilização da matéria-prima reciclada.

Protagonizada pelo algodão, a linha promete longevidade das peças graças à utilização de resíduos do processo produtivo e sobras de fios, que são desfibrados e retornam para a fiação. Desta forma, a passarela da coleção feminina da grife apresentou peças cheias de inovação por meio de babados e de volume. A feminilidade, no entanto, não é nem de longe perdida em meio ao lindo caimento e conforto proposto nessa coleção. Da cartela de cores, além do tradicional denim, presença do rosa blush, do branco, de tons terrosos – como o bege, o laranja e o amarelo – e o azul royal.

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Baseada no documentário Hypernormalisation, a coleção da marca explora o conceito em que é possível decodificar a realidade da ficção em um cenário onde ambos andam perfeitamente misturados.

Como referência, transformou as modelos nas passarelas em verdadeiras turistas dos anos 60, com peças carregadas de hedonismo e códigos aspiracionais. A grife traz para sua coleção, também, collabs com a Visionari, a Bento Store, a Sprint Têxtil e a Beaué (para o segmento de make). Para ilustrar a década de 60 nos looks, presença do clássico modelo de óculos gatinho, de cortes retos, de tecidos leves e dos ares pop vintage das cores açucaradas mescladas aos tons mais fortes, entre looks monocromáticos e a tão em alta estampa de listras finas e verticais.

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Outra grife que firmou colaboração com a Vicunha, a 2DNM – Two Denim -, apresentou em sua passarela a nova Metallic, uma linha premium exclusiva que traduz o conceito glam no jeans, através de índigos e brins fabricados com fios de lurex.

A coleção apresenta a técnica em conjuntinhos de calças e shorts, maxiblazers, malhas e tops, dando ao jeans um toque extra de sofisticação, que permite que os looks façam parte de eventos mais especiais para além da normalidade do cotidiano.

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

moda | spfw | spfw n46 | tendencias verão 2019 | dicas de moda | passarelas | semana de moda | fashion week | sao paulo fashion week

Imagens: divulgação [Mkt Mix e Agência Fotosite].

Como não poderia deixar de ser, a vibe natural e sustentável influencia a composição do look também através dos acessórios e da make.

Peças feitas com matérias-primas naturais, como a bolsa de palha, e maquiagens “nada”, com pele naturalmente iluminada e saudável, foram os traços mais marcantes nas coleções. Óculos de Sol ganham pegada esportiva e anos 60, reforçada nas armações gatinho, que já estão em alta, e dando espaço para os modelos tipo “máscara”, clássicos da vibe esportiva.

MAIS: Depois das flatforms, é a vez dos Dad Sneakers ganharem as ruas

beijos e até o próximo resumão de tendências!

Marcéli

Resumo de apostas do SPFW n 45

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

A moda mudou. E quando digo isto, não me refiro somente às mudanças estéticas, trazidas a cada temporada, mas, ao conceito. Que sempre se atualiza de acordo com o tempo em que vivemos. Sempre digo que, muito além da indumentária, moda é comportamento; é manifesto; expressão e, por que não, ideais. 

E que tempo será que vivemos agora? Como queremos ser representadas pelas marcas que expõem suas ideias na passarela? Depois de uma longa reflexão, de uma coisa eu tenho certeza: não há mais espaço para o fútil. A ostentação e o glamour estão, mais do que nunca, fora de moda. Isso se extende, inclusive, para além da indumentária e refere-se também à atitude, onde arrogância e exclusão também estão OVER há muito tempo. Mas isso é assunto para um outro post.

SPFW n45 “POW” EXPLOSÃO CRIATIVA

A 45ª edição do São Paulo Fashion Week teve como inspiração as poesias de Conrado Segreto. Mais que o romantismo e que a liberdade de expressão do autor em suas obras, senti que esta semana de moda representou fortemente a diversidade, muito mais que as semanas anteriores. E eu sinto que a tendência é, felizmente, (re)afirmar esse ponto de vista, cada vez mais.

Afinal, o que é moda sem inclusão e liberdade? Não dá mais para ficar na negação, mantendo antigos padrões em que a moda era considerada um divisor de águas no âmbito social; em que era necessário “rezar pelas cartilhas das revistas e das vitrines”ou você seria olhado torto e excluído de uma rodinha. Moda não é mais isso há muito tempo.

Sendo assim, vamos a um panorama dos desfiles que mais me agradaram – não só em termos de informação de moda, mas, em seu conceito como um todo!

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

Não dá pra fugir da moda praia, nem mesmo no Outono-Inverno, considerando que esse imenso país possui partes que vivem o verão o ano inteiro. Sendo assim, uma das marcas de moda praia carimbadas da semana paulistana investiu numa coleção romântico-retrô para seu beachwear, entre babados, poás, listras e formas geométricas.

O estilo rococó foi atualizado pela modernidade das cores e das prints gráficas, que enfeitaram suas roupas de banho em modelagens tomara-que-caia, off shoulders, cortininha e maiôs. Ponto para a produção do desfile da marca, que optou por modelos de diferentes idades e biótipos na passarela.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

Idealizado e executado pelo estilista Gustavo Silvestre, o Projeto Ponto Firme oferece aulas de crochê aos detentos da penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos – SP. O trabalho de capacitação resultou na coleção que abriu o primeiro dia de evento na capital paulistana.

Na passarela, vestidos, casacos e conjuntos de saia e blusa trabalhados em crochê, com a mais variada cartela de cores – do preto, clássico neutro, ao vermelho, laranja, verde-bandeira e amarelo. Tudo bem tropical e leve, como é o nosso inverno.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

Celebrando a diversidade cultural dos imigrantes brasileiros, a marca, que sempre exibe uma modelagem impecável em seus desfiles, apostou nas peças amplas e nos tecidos comfy, em meio a uma cartela de cores bastante democrática, cujos tons podem ser facilmente combinados entre si. As malhas, feitas em um rico trabalho de patchwork, promovem o bem-estar esperado em uma época de outono-inverno.

A praticidade da coleção se estende aos acessórios: amarrações para ajuste de mochila e cinto, bem como pochetes com grandes bolsos removíveis.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

A passarela da marca de Oscar Metsavath representou, com louvor, o que a moda significa nos tempos atuais. Sua coleção, batizada de “ASAP”, teve o sentido de um manifesto, no qual a grife alerta para a confecção de peças de modo consciente. Seu inverno 2018 protagonizou a sustentabilidade, onde cada peça foi feita por mãos de trabalhadores de comunidades, visando geração de renda, e onde a matéria-prima escolhida é credenciada e autorizada pelo IBAMA (foi o caso da pele do peixe pirarucu e do salmão).

Seu inverno 2018 apresentou peças de apelo esportivo-comfy, modelagem que já faz parte do DNA da marca, entre calças amplas, maxicasacos, malhas e quimonos – feitos com algodão reciclado, outro material utilizado na confecção das peças. Malhas feitas de pet, casacos de naylon glass e bolsas e mochilas com aplicação em cristais Swarovski também fizeram parte da coleção.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

Parceria é outra palavra de ordem da economia atual que reflete, é claro, no âmbito da moda. Não diferente, o SPFW também teve várias destas parcerias marcando presença nas passarelas – e uma delas foi entre Manolita e Pat.Bo. O inverno cool da marca de roupas de Patrícia Bonaldi recebeu a elegância dos sapatos de Manolita, entre modelos de botas, ankle boots e escarpins nos mais diferentes designs.

Do inverno 2018 de Pat.Bo podemos tirar como inspiração o xadrez Tartan e Príncipe de Gales, pomposos, no entanto, inseridos num contexto bem casual e irreverente, ao lado de babados e peças estruturadas. O estilo boho chic também deu levemente as caras, em meio a modelagens fluídas de calças e acessórios como o gorro que faz alusão a um turbante.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

Outra marca, cujo conceito representou muito bem nosso momento atual na sociedade, foi a Cotton Project. Seu ideal “HOW TO LEAVE THE WORLD BEHIND” (como deixar o mundo para trás, em tradução livre), enumera algumas questões que podem cair por terra no momento em que passamos a analisá-las, entre elas: “é impossível se livrar da ansiedade, mas você pode mudar a forma como se relaciona com ela”.

Em um formato de escapismo real, a marca investiu na representatividade de um necessário equilíbrio entre a vida louca urbana e a calmaria de um ambiente rural, em peças de cores referentes à natureza – verde, tons de marrom, beges e crus -, com pitadas de cinza, lilás e mostarda. Das texturas utilizadas, forte presença da camurça, da pelúcia sintética, do jacquard, do moletom, do jeans, da sarja, do tricô e dos couros naturais.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

Um dos fortes nomes do jeanswear da atualidade, a Amapô também teve como base de sua coleção a diversidade cultural, social e racial. Em uma divertida e irreverente  apresentação, sua passarela do inverno 2018 foi marcada por um mix de referências pop dos anos 80 – como Madonna, Lady Gaga e David Bowie, com explosão de cores, ombros marcados e texturas envernizadas.

Presença também de uma pitada do estilo skatista, marcada pelos bermudões e casacos de tactel. Outro ponto forte e interessantíssimo da coleção: algumas de suas peças são de brechós, que foram reaproveitadas e confeccionadas para a apresentação.

sp fashion week 2018 | spfw | são paulo fashion week | moda | tendências inverno 2018 | outono inverno 2018

imagens: divulgação | Agência Fotosite

Inspirada nos esportes invernais, como o esqui, a marca revisitou lugares como Aspen, Chamoix e Montblanc em suas peças para o inverno 2018. O branco é tom predominante nos looks, que apresentam modelagens que mesclam o street e o sportwear (trabalho já conhecido da marca), em um leve contraponto ao romantismo da era vitoriana, presente em alguns sutis acabamentos.

As formas geométricas dão passagem, também, para uma pegada futurista em alguns looks. Além do branco, a cartela de cores se divide entre o lilás, o verde água, o laranja-manga, o azul cobalto, o sal rosa e o off white

MAIS: Balanço SPFW n 44 e as tendências da temporada de verão

E por aqui encerro mais uma cobertura da semana de moda paulistana. São quase 6 anos neste árduo trabalho que visa, além de informar sobre a vestimenta, o comportamento e o caminho que nossa sociedade vem tomando, já que moda é, indubitavelmente, um reflexo do que vivenciamos no dia a dia.

Nos vemos na próxima! Beijos,

Marcéli.

Balanço SPFWn44: as tendências da temporada

Um resumo das principais tendências para a temporada mostradas no SPFW n44.

Voltar ao topo