Mês: maio 2019

Projeto New Home: como é morar sozinha e tudo que essa mudança implica

comportamento | relacionamento | morar sozinha | independencia financeira | projeto new home | maturidade | como é morar sozinha

O despertador toca às 7:10. Dou uma espreguiçada, faço minha oração matinal de costume e logo surge a dúvida de todos os dias ao acordar, sobre: 1) olhar o celular e conferir os jobs do dia, 2) levantar e fazer o café, 3) tomar um banho pra acordar ou 4) fazer os gastos do que sobrou na conta para continuar o mês.

É assim que minha cabeça de dona de casa funciona desde que passei a morar sozinha. Quero começar falando da parte difícil, porque claro que a parte fácil é meio óbvia e todo mundo gosta de lidar: independência, fazer suas próprias regras, ter sua própria organização e sua casa do seu jeito.

Mas, trocar a cia da mãe ou de um parente pela sua própria e/ou pela do seu namoradx não faz com que tudo sejam flores o tempo todo, apesar de ser muito legal. Dizendo por mim: saio da comodidade de ter tudo feito para mim, pra fazer tudo para mim e por outra pessoa; de precisar lidar com um peso muito maior das responsabilidades; de cuidar não só de mim, mas de outra pessoa, com tato redobrado ao falar e ao reagir, afinal, não se trata de um familiar que vai te entender e te aturar sob qualquer circunstância devido aos laços sanguíneos (não que isso também seja o correto, mas, é o que costuma acontecer)…

comportamento | relacionamento | morar sozinha | independencia financeira | projeto new home | maturidade | como é morar sozinha

Pra mim foi tudo muito rápido, muito novo, muito legal, também, mas, muito “amadurecedor” (se essa palavra não existe, acabei de inventar). É bem nessas horas, quando a gente acha que tem maturidade o suficiente, que a vida chega e fala: “há, acho que ainda não!“.

O ser humano é sempre uma caixinha de surpresas e, em condições adversas, pode não ser uma surpresa das mais agradáveis – falo por mim. Porque nem sempre, ou melhor, quase nunca as condições para se fazer algo serão perfeitas e você vai ter que decidir entre não fazer ou fazer dentro das limitações existentes. E foi essa segunda decisão que tomei – que tomamos, né – quando decidimos morar juntos, logo que “surgiu a oportunidade”. 

Orçamento apertado, contas atrás de contas – porque eu ajudo minha mãe e ele ajuda a mãe dele -, imprevistos (como uma máquina de lavar quebrar ou o sifão do banheiro precisar ser trocado, o que resulta em mais gastos não planejados) foram algumas coisas pelas quais passamos e pelas  quais estamos nos adaptando para seguir em frente. Sim, precisa ter muita força de vontade; sim, isso pode abalar o cotidiano que deveria ser leve, dentro do relacionamento, se ambos não tiverem a cabeça e o emocional no lugar, além de boa vontade; sim, o estresse aumenta pra caramba e o desespero também, de talvez não conseguir dar conta de tudo.

É extremamente difícil começar a semana, numa segunda-feira de manhã, quando se sabe que essa semana será cheia de pepinos profissionais e financeiros. Mas é aquela tal história, que sempre falo para mim mesma: é fácil ser legal e feliz quando está tudo bem. Só que sempre haverá problemas; e o que você vai fazer? Levar a vida sempre com estresse? Então você viverá infeliz.

Acho que o grande lance da vida é saber ser feliz e leve mesmo diante dos problemas do cotidiano. Não é uma questão de  ignorar os problemas e viver no mundo dos Ursinhos Carinhosos; é uma questão de enfrentar as dificuldades da melhor maneira possível. Por você, pelo seu espírito, pelas pessoas com quem convive. Pelo simples fato de querer ser leve e feliz independente da circunstância. Não é fácil; não é simples; mas é possível.

Meu recado para os que pensam/dizem: “mas foi muito cedo”; “não foi precipitado?” e coisas do tipo: eu não acredito em idade ou tempo mínimo para dar certo. Acredito em vontade. E uma coisa é fato: quando se tem vontade, a gente faz as coisas acontecerem, de um jeito ou de outro. É necessário um pouco de organização e otimismo, também, porque sou daquelas que se for pra começar achando que vai dar [email protected], prefiro nem começar.

comportamento | relacionamento | morar sozinha | independencia financeira | projeto new home | maturidade | como é morar sozinha

Mas a vida não vem com manual de instruções, nem panfleto com regras estipulando as condições mínimas para passar “para a próxima fase”. A única pessoa que pode saber isso é você mesma. Você é quem decide quando está pronta e mais ninguém. Aos que te amam, só lhes resta te apoiar e torcer pra dar certo, ao contrário de mentalizar que pode dar errado só pra poder estar com a razão de falar aquela frase insuportável  e egocêntrica do “eu avisei!”.

No mais, o que eu sinto? Felicidade, sim, apesar das adversidades. Auto realização também, porque era algo que queria há um tempo. Gratidão, porque aqueles que importam pra mim me apoiam e torcem muito pelo meu sucesso em todos os aspectos da vida. E sabe o que mais? Garra. Porque eu gosto de fazer bem feito tudo que me proponho a fazer e a minha vontade de fazer dar certo é maior que tudo. E este já é o passo principal para que dê certo: querer.

Meu conselho para você que está na dúvida sobre dar um passo como o meu ou parecido, é: ouça sua voz interior e confie no seu feeling. Se tem algo te falando para ir, vá. Se não der certo, é só mudar o caminho. E tá tudo bem! Estamos aqui aprendendo e errar ou mudar a rota é completamente normal. Combinado?

Beijos e até o próximo post,

Marcéli.

Tem um verão no meu inverno: como escolher o melhor look para a temperatura imprevisível?

Como passar o mais ilesa possível pelas mudanças bruscas de temperaturas.

Vestidos com tênis para todas as horas do dia

moda | roupas da moda | vestidos | vestido com tenis | como usar vestido e tenis | moda 2019 | skater dress

Vestir-se de maneira feminina e confortável ao mesmo tempo parecia uma tarefa muito difícil, antes da moda “vestido+tênis” invadir os looks de rua. Duas peças supostamente antagônicas criam uma harmonia e uma descontração sem igual em nossa produção e, atualmente, é a minha combinação favorita!

COMO USAR?

Apesar de parecer uma combinação simples, sempre rola uma dúvida ou outra na hora de experimentar. Então, separei alguns looks de rua que achei bonitos e favoráveis ao corpo – principalmente, à silhueta curvilínea das brasileiras -, para mostrar para vocês. Confere só!

moda | roupas da moda | vestidos | vestido com tenis | como usar vestido e tenis | moda 2019 | skater dress

O modelo mais comum, que vemos por aí sendo usado com tênis, é o justo. Sexies, eles conversam com o sapato despojado e esportivo resultando em uma combinação diferente e cheia de personalidade. Eu amo!

moda | roupas da moda | vestidos | vestido com tenis | como usar vestido e tenis | moda 2019 | skater dress

Os modelos mais larguinhos também podem entrar na leva de combinações com tênis. Se você tem quadril largo ou pernas mais grossinhas e quer disfarçar, eles são uma boa pedida. O apelo romântico da modelagem evasé ganha equilíbrio com o mood esportivo do sapato.

moda | roupas da moda | vestidos | vestido com tenis | como usar vestido e tenis | moda 2019 | skater dressImagens: reprodução (Pinterest).

E além dos modelinhos convencionais de vestidos, existem aqueles do tipo “big t-shirt” ou chemise, que têm o formato de uma camisa, e que ornam super bem com modelos variados de tênis. Blazers, jaquetas e outras peças amarradas na cintura enfatizam o mood descolado e esportivo da produção. Se você não for adepta do comprimento mini, os modelos bem longos, com fendas, também são bem-vindos nessa aposta. Experimente!

moda | roupas da moda | vestidos | vestido com tenis | como usar vestido e tenis | moda 2019 | skater dress

Precisa de dicas de onde encontrar um modelo de vestido super em alta e em conta como esses? Conheça o site da Zaful e compre por lá! Super indico!!

LEIA MAIS: Como lavar seus pincéis de maquiagem

Dica importante: lembre-se de que modelos de tênis de sair são diferentes dos modelos de treino e de academia. O solado dos modelos de academia é próprio para corrida e caminhadas ou qualquer exercício de impacto, enquanto os demais, para sair, são rasos e lisos. 

Gostaram das dicas? A gente se vê no próximo post!

Beijos 😉

Marcéli

SPFWn47: um balanço das apostas da temporada para 2019 e 2020

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Marcada pela morte do modelo Tales Cotta, de 27 anos, a semana de moda paulistana teve muitos altos e baixos nessa edição.

O post da vez sobre o evento vai falar de tendências de moda, sim, mas, também de sugestões sobre melhorias que poderiam vir a ser feitas na estrutura do SPFWn47 – e são muitas!

DESFILES

Acompanhando, felizmente, uma linha cada vez mais democrática e inclusiva, as marcas da temporada fizeram bonito ao apresentar suas coleções [salvos uns detalhes em termos de estrutura de desfile]. Aqui, falarei das minhas favoritas.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

A pompa de sua moda festa migra para a linha de beachwear, com muita fenda e com muitos recortes. A cartela de cores e as estampas passeiam entre o étnico e o lúdico, tanto para eles, quanto para elas, apresentando uma moda praia que dá vontade de usar e desfilar por aí, pra fora das passarelas.

 

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Tem duas coisas que gosto muito nesta grife: uma delas, é a capacidade de criar looks andróginos muito atrativos; a outra é apostar em peças únicas que, além de muito práticas, estão super em alta no mercado atual (aka vestidos e macacões). Uma vez que vivemos correndo contra o tempo, é uma facilidade ter uma peça assim para vestir ao acordar de manhã cedo, com sono, e sem muita inspiração. Acompanhada de uma cartela de tons fechados, em um cinza chumbo, quase preto [representando o luto, talvez?], diria que essa soma de fatores formaram apostas certeiras da Beira.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Entrando de cabeça na vibe esportiva e nos anos 80, Bobstore não economizou no brilho e nas formas retas em sua coleção para o verão 2020. O Tropicalismo, que foi tema base para a elaboração da coleção, foi ilustrado através das cores quentes e da técnica de moulage em algumas peças, apresentando um verão cheio de boas referências e fácil de usar.

 

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Gosto muito da irreverência que a marca sempre imprime em suas performances e da moda inclusiva na qual trabalha, aliando versatilidade à praticidade nas coleções – algo que, como esta, não foi diferente em suas formas retas e apelo confortável. No entanto, vale ressaltar o exagero de irreverência ao qual o(a) diretor(a) de desfile chegou, quando permitiu a platéia assistir ao desfile em pé e aglomerada. A meu ver, quando promovemos um evento, devemos pensar em como a audiência vai se sentir; tendo em vista que muitas pessoas presentes foram para registrar a coleção e não para “dar close”, e considerando que haviam pessoas de todas as idades, iclusive bem mais velhas, muitas delas já cansadas com o corre-corre da semana intensa de trabalho (quem trabalha ou já trabalhou em uma semana de moda sabe o quanto é exaustivo), a aglomeração e o zero conforto oferecidos pelo desfile passou a mensagem de falta de consideração com sua audiência.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Agregando o melhor da moda festa para o casual chic, a grife arrasou na passarela do SPFNn47 com suas ricas transparências, modelagens – godê e de um ombro só – e camadas de tule em contraponto a padronagens como o xadrez (reinventado), as listras a as t-shirts. Tudo muito usável e, ao mesmo tempo, elegante.  Muito  bom  e coerente  o trabalho  de  reutilização  de  tecidos  do  ateliê  na  criação  das  peças.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Boho-chic, romantismo e modernidade se encontram no verão 2020 da marca, que apostou fortemente nas formas fluídas e na modelagem ampla de shapes retos. A parceria com a marca de sapatos Manolita agregou sofisticação às produções bem pensadas, que deixam a mulher urbana pronta para qualquer ocasião do seu dia a dia.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

A praticidade de formas retas em casacos, calças e conjuntinhos de short e camisa ganharam um equilíbrio muito bem-vindo de tons suaves, como o azul, o verde e o lilás. Gosto muito do apelo andrógino impresso em algumas marcas que desfilaram essa temporada e com Lucas Leão isso também acontece. A modelagem ombro a ombro aparece, inclusive, no guarda-roupa masculino, mostrando que o vestir pode e deve ser o mais versátil possível. Interessante a combinação dos chapéus feitos com mesmo tecido dos looks, tudo “combinandinho”.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Iniciando com um apelo militar-moderno e indo para uma cartela de cores mais alegre, Korshi seguiu a mesma tendência inovadora de modelagens democráticas, imprimindo não só o ombro-a-ombro para os homens, como também os croppeds. As produções bem-pensadas de vestidos, macaquinhos e conjuntinhos apresentam um equilíbrio de volumes, que varia entre a parte superior e inferior, favorecendo  qualquer biótipo. Bem democrático e inclusivo, como a moda deve ser.

spfw n 47 | spfwn47 | spfw | semana de moda | moda | tendencias | dicas de moda | fashion week | passarelas | desfiles | resumo de desfiles | critica spfw | critica spfwn47

Encerrando com chave de ouro minha lista de desfiles favoritos, a LED arrepiou na união de moda inclusiva e manifestação política, num momento tão delicado em que estamos vivendo e onde ações como essa se fazem necessárias. A cartela de cores se apresentou invernal, com preto, branco, cinza e caramelo, salvos alguns tons de azul royal, laranja e verde oliva que apareceram pra colorir levemente a coleção. Destaque para as modelagens de apelo esportivo, para o tricô e as sobreposições, estampadas com frases irreverentes que tornavam os looks ainda mais desejáveis.

MELHORIAS PARA O EVENTO

Falando em estrutura, aqui segue uma lista com algumas sugestões para melhoria da funcionalidade do evento como um todo:

  • melhora na climatização (ambientes muito abafados, com exceção do backstage);
  • mais variedade na praça de alimentação e preços menos abusivos (veganos não tinham opção para comer e os valores praticados eram absurdos);
  • stands mais atrativos (pouca variedade na apresentação das marcas parceiras);
  • marketings mais inclusivos – achei de péssimo gosto a forma como a Jeep excluiu os donos de outros carros, liberando estacionamento free apenas para quem tinha a marca deles de carro. Além de excludente, arrogante ao extremo;
  • local melhor localizado – a ideia de utilizar uma fábrica desativada como ponto é boa, mas, a localização da Arca é péssima, e longe de tudo, nada prático para quem precisa ir até o local todos os dias.

MAIS: Dicas e inspirações de looks com pochete

Um beijo e até a próxima temporada de desfiles!

Marcéli

Voltar ao topo