feminismo

Editorial para o Mês da Mulher: padrão é não ter padrão

Confira, na íntegra, o editorial para o Mês da Mulher, com o tema “Padrão é não ter Padrão, idealizado por mim para a @lalunazerotreze.

Moda para todas: como usá-la a seu favor

moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino

Tantos posts explicando jeitos de aderir às tendências da moda e, até hoje, poucos (ou quase nenhum) explicando a verdadeira essência do que eu faço. Afinal, qual o objetivo de falar de moda e como fazer isso a nosso favor?

Em primeiro lugar, queria deixar claro que não existe “ditar regras” ou “ditar moda“. Esqueça esse verbo, “ditar“. Ninguém dita nada. Cada pessoa que estudou sobre o assunto passa um pouco do seu conhecimento para você da maneira que acha melhor. E minha maneira é dizer que a moda é amor e serve para todas. Exatamente! Vida real é diferente de passarela e não existe “corpo ideal”; existe o seu corpo e como vamos trabalhar a moda à favor dele. Esse é o caminho para mim.moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento femininoAté mesmo nas passarelas, a questão da magreza vem caindo por terra. Porque, se pararmos para pensar, uma vez que o vestir é para todos e, se o público que consome a informação de moda é aquele que vai comprar o produto visto nos desfiles, não faz sentido produzir looks/peças só para pessoas de um nicho (no caso, magras). moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino

A democracia da moda vem se consolidando cada vez mais e, ainda que algumas mídias não tenham acatado este ideal de modo mais firme, o importante é que existem aqueles profissionais e aquelas mídias que já trabalham com essa visão. E muitos! E cada vez mais!!

moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino

Se a moda é para todas, como trabalhar, na prática, com cada tipo de corpo? É simples: fazer uso da modelagem de uma peça de acordo com o que você quer enfatizar X disfarçar. Mas é legal lembrar: “disfarçar” não significa que você odeia essa sua característica e quer sumir com ela. Você apenas prefere mostrar outras coisas e tudo bem quanto a isso.

É, simplesmente, achar que outras regiões merecem mais atenção no todo do visual. Por isso, antes de aderir a uma aposta de moda da qual você gosta, pense duas coisas: 1) se você se identifica com ela, ou se é só um impulso momentâneo e 2) se essa aposta favorece seu corpo da forma como você gosta de se ver no espelho ou em fotos.

moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento femininoÉ normal nos deixarmos levar por estereótipos de perfeição e achar que nunca estamos lindas o suficiente ou que nunca vamos ter “corpo” para usar tal peça. Acredite, isso não acontece só com você.moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino

Respeite seu tempo de entender as coisas, mas, faça uma forcinha para assimilar a ideia de que não existe perfeição em ninguém. Todas são lindas à sua maneira, com suas características. Um corpo gordo, assim como um corpo magro, são características, não elogios. A forma do seu corpo ou do seu rosto não configura nenhuma qualificação ou demérito. É só o que é: uma característica. E ponto final.

Procurar a melhora dentro do que você julga que precisa é bom, mas, a partir do momento que isso vira uma obsessão e te cega para suas qualidades, não é mais saudável. Aprenda a enxergar suas qualidades em primeiro lugar, SEMPRE. E a se amar independente de qualquer coisa, independente do seu estado atual.

moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino

Imagens: Pinterest e Unsplash – reprodução.

No mais, meu trabalho com a moda consiste em fazer cada uma se amar e enxergar seus valores, utilizando as peças de roupa para enfatizá-los. A moda é uma aliada da autoestima e não uma rival ou um termômetro de dignidade.

Você não precisa deixar de ser quem é para ser outra pessoa; você pode ser a melhor versão de você mesma, todos os dias. Vamos fazer um trato: a partir de hoje, você vai olhar com mais carinho e respeito para si mesma e vai procurar, sempre, avaliar uma tendência de moda de acordo com o que te valoriza, ao invés de fazer o oposto.  Não é você que precisa entrar na calça – é a calça que precisa entrar em você. Saca?

moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino | moda plus size

Você já conhece a Rosegal? Com peças para lá de descoladas voltadas ao público plus size, você consegue estar vestida na moda, em looks lindos, e por preço bem em conta.  Aqui você confere alguns selecionados pra sentir o gostinho do que tem por lá pelo site!

moda | moda 2018 | consultoria de moda | consultoria de estilo | consultora de moda em santos | moda democratica | dicas de moda | autoestima | empoderamento feminino | moda plus size

Imagens: Rosegal – reprodução.

Para ver mais, é só dar um pulinho no site e conferir mais detalhes!

MAIS: Como trabalhar moda e autoestima juntas

Eu estarei aqui pra te ajudar, sempre! #UseaModaparaSerFeliz

beijos e até a próxima,

Marcéli

Vídeos desrespeitosos e machistas destacam-se como notícias do dia e reforçam a necessidade da igualdade de gênero

noticias do dia | comportamento | feminismo | machismo | copa 2018 | machismo na copa | video machista copa | video brasileiros russia

A repercussão mediante a cena deplorável de um grupo de homens zombando de uma Russa, que não podia entender o que estava acontecendo, ainda acontece na televisão e nas redes sociais, virando notícias do dia, todos os dias. A grande discussão, agora, gira em torno de dois grupos: um que acredita no “exagero da causa”, no “ai, era só uma brincadeira” e no outro grupo (do bom senso, by the way) que sabe que isso de brincadeira não tem nada e que esse tipo de comportamento na sociedade não merece mais ser tratado como algo normal.

noticias do dia | comportamento | feminismo | machismo | copa 2018 | machismo na copa | video machista copa | video brasileiros russia

Como tudo tem um lado bom, já me permito dizer que, nesse caso, a parte boa foi ver que a sociedade realmente está evoluindo – a passos de formiga, ok, melhor que nada. Afinal, uma atitude escrota como essa já não é mais vista como algo normal, ao menos, por uma parte significativa da população, nem passa impune. Grandes progressos!

Por outro lado, a quantidade de gente – HOMENS, principalmente – que se encontra indignada, arrumando justificativas para essa imoralidade, é enorme. Acusam-nos, mulheres, de ouvir letras de funk com apelo sexual, de dançar “rebolando até o chão”, como se isso fosse passe livre para que eles expusessem e objetificassem nosso corpo, como fizeram a vida inteira e passamos por centenas de anos caladas.

noticias do dia | comportamento | feminismo | machismo | copa 2018 | machismo na copa | video machista copa | video brasileiros russia

Imagens: Página Carina Vitral e Unsplash – reprodução

Quando é que esses seres vão tirar a venda da obsessão opressora e ver que igualdade é melhor pra todo mundo, não apenas pra mulher ou pro negro ou para o pobre? A gente não ganha nada rotulando o outro. A cada rótulo que colocamos em alguém, cai outro sobre nossa cabeça. Pois o julgamento nunca é uma via única; sempre tem mão dupla. 

Apesar de todos os pesares, uma coisa a gente pode ter em mente: a sociedade está mudando, aos pouquinhos, para melhor. Ela não voltará a ser a mesma e atos insanos como esses, felizmente, terão suas merecidas punições. Que a nossa geração seja capaz de levar esse pensamento progressista e igualitário à frente e que a mente reacionária tenha cada vez menos espaço entre nós. Esta é a minha fé na humanidade!

MAIS: Meu primeiro fio de cabelo branco

Eu farei minha parte com toda certeza. Faça a sua!

beijos com amor, por favor.

Marcéli

Vamos falar sobre sororidade

O que é sororidade e por quê devemos praticá-la.

Voltar ao topo